Deputado Bacelar diz que só fica no PTN quem acredita no projeto do partido

O presidente do PTN-BA, Deputado Bacelar, divulgou, nesta segunda-feira (10), uma nota sobre a não obrigatoriedade de filiados na legenda. Na nota, o parlamentar informa que as portas do partido estão abertas para a saída dos que não se identificam com os ideais trabalhistas; e também abertas para a entrada dos que acreditam, de verdade, em nossas propostas.

_MCO6800

 

Segue nota na íntegra:

“A direção do Partido Trabalhista Nacional (PTN), na Bahia, esclarece que não pratica a política de impor aos seus filiados a obrigatoriedade de permanência na legenda. O PTN defende que devem compor os seus quadros, somente aqueles que se identificam com as nossas bandeiras de trabalho, como a educação de qualidade e o combate à violência contra jovens negros e pobres. A democracia pressupõe o contraditório. E foi sabendo conviver com o contraditório, que a cada eleição, crescemos nas urnas.

Qualquer filiado tem o direito de, não concordando com as propostas nas quais acreditamos, deixar a sigla. Os contrários devem se manifestar e buscar novos caminhos. Não podemos permitir que um projeto partidário vitorioso seja obstruído por quem não quer caminhar conosco.

O partido é maior do que as pessoas e, por isso, vai continuar firme nos seus propósitos, que passam pela continuidade de crescimento nas eleições. Para 2016, o PTN está formando chapas competitivas na disputa pelas prefeituras e câmaras municipais, em todo o estado. Para alcançar mais conquistas, já iniciamos o processo de filiação de novos quadros, que qualificam e fortalecem o partido. Estamos sendo procurados e buscando definir pelos melhores.

As portas do PTN estão abertas para a saída dos que não se identificam com os ideais trabalhistas; e também abertas para a entrada dos que acreditam, de verdade, em nossas propostas. O cumprimento da palavra é o principal documento exigido dos que chegam.”

Deputado Bacelar
Presidente do PTN-BA