Prefeito Ademar reduz o próprio salário, da vice-prefeita e de funcionários do alto escalão

O prefeito de Camaçari, Ademar Delgado, através do Decreto 6062/2015, de 1º de Setembro de 2015, reduziu em 20% o próprio salário. O corte também se estende aos rendimentos da vice-prefeita Carmem, secretários, subsecretários, procurador geral, subprocurador, entre outros cargos (veja o decreto).

Segundo o decreto, a decisão foi tomada por causa do cenário econômico e financeiro internacional e seus impactos no território nacional, sobretudo na receita municipal. O prefeito considera que serviços essenciais como saúde, educação e limpeza pública, por exemplo, não podem ser afetados com a queda da arrecadação municipal. Ademar considerou ainda que, serviços já iniciados, como a urbanização do Rio Camaçari, programação municipal de asfaltamento, entre outros, não podem ser prejudicados. Está vedada também a concessão de novas CET (Condições Especiais de Trabalho).

O gestor municipal decretou também que os servidores dos órgãos diretos e indiretos do administrativo municipal trabalharão das 8 às 14h ininterruptos. Assim como, fica proibida a permanência de funcionários nas repartições, ocasionando “horas extras”.

As viagens dentro do estado, interestaduais e internacionais também serão restritas e só devem acontecer se for de extrema relevância.

Segue abaixo o decreto assinado nesta terça-feira (01/09), pelo prefeito Ademar Delgado das Chagas.

Fernanda Melo / Redação Nossa Metrópole