Praia do Forte está entre os destinos mais procurados na baixa estação

Praia do Forte é um dos destinos mais procurados do Brasil, de acordo com pesquisa feita pelo Ministério do Turismo no ano passado. A 56 quilômetros de Salvador, a considerada Polinésia Brasileira, encanta turistas de várias partes do mundo por suas belezas naturais. Por seu potencial, os segmentos ligados a turismo e hospitalidade apostam em qualidade e atividades turísticas para escapar da sazonalidade no período de baixa temporada.

Praia-do-Forte-620x400 (1) praia-do-forte-620x400

“Como empreendedores, temos que estar um passo à frente da necessidade do mercado. Isso garante a excelência dos serviços, principalmente em um lugar que atrai pessoas de todo o mundo como a Praia do Forte”, informa a arquiteta Rosa Brandão, proprietária do Hotel Via dos Corais e Pousada Sobrado da Vila.

Ainda segundo o Ministério do Turismo, Salvador, Porto Seguro, Morro de São Paulo e Praia do Forte são os destinos baianos que mais foram qualificados, no Mapa Turístico Nacional, para receber o turista em critérios como meios de hospedagem, empregos formais e fluxo turístico nacional e internacional.

O estado empata com o Rio de Janeiro e o Rio Grande do Sul. Perde apenas para São Paulo, que tem oito classificados. “Este mapeamento nos dá uma ideia de como anda o desenvolvimento do turismo no estado, mesmo que estes critérios não sejam pela atratividade do destino e sim pela economia formal”, disse o superintendente da Bahiatursa, Diogo Medrado.

O educador físico, Bruno Carvalho veio de longe, das Minas Gerais para conhecer de perto a Praia do Forte. “O litoral baiano tem a vantagem de ser verão o ano inteiro, sem muita influência das outras estações. Então, além de economizar com estadia e passeios que estão mais em conta, eu tenho a oportunidade de apreciar a beleza deste lugar”, afirma.

Para que exista uma quebra nesses períodos de menor movimentação, o Hotel Via dos Corais e Pousada Sobrado da Vila apresenta diferenciais para o negócio. “Nós trabalhamos com tarifas mais acessíveis, o que viabiliza o interesse dos nossos clientes”, acrescenta a arquiteta.

Fonte: BP