Ladrões são presos com 200 quilos de drogas

Quatro homens flagrados com 200 quilos de maconha, 300 gramas de cocaína, uma submetralhadora, uma pistola 9 mm, uma espingarda 44, um revólver calibre 38 e um colete antibalístico, durante operação conjunta do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) e da Força-Tarefa da Secretaria da Segurança Pública (SSP), foram apresentados à imprensa, no auditório do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, na Pituba.

draco

-Publicidade-
-Publicidade-

A maior parte da apreensão foi feita, na quinta-feira (24), com Fábio Conceição da Silva, Robenílson Silva Oliveira, Deivid Natividade Mercuri Garcia e Selmo Bispo dos Santos, numa fazenda localizada às margens da BR-101, em Catu. Depois de presos, confessaram que o restante das drogas e armas se encontrava em dois imóveis localizados em São Sebastião do Passé e Salvador.

A Coordenação de Operações Especiais da Polícia Civil (Coe) deu apoio à ação, na capital. Um automóvel Renault, placa OKJ-3346, e uma motocicleta Honda Fan 150, placa NYK-3504, também foram apreendidos.

Durante a apresentação, o delegado do Draco, Maurício Moradillo, e o major PM Barreto, da Força Tarefa da SSP, contaram os detalhes da operação. A polícia foi informada de que o quarteto, investigado por envolvimento em explosões de caixas eletrônicos, estava reunido numa propriedade rural, em Catu.

Segundo Moradillo, há suspeitas de que os quatro presos sejam integrantes da quadrilha que explodiu uma agência do Banco do Brasil, no início do ano, em São Sebastião do Passé. Autuados em flagrante por posse ilegal de arma, tráfico de drogas e associação para o tráfico, Fábio, Robenílson, Deivid e Selmo serão encaminhados ao sistema prisional.

Draco investiga

Suspeito de fornecer armamento para quadrilhas de roubos a bancos que agem no interior do estado, o assaltante Celson Pereira Silva foi preso, nesta quinta-feira (24), na localidade de Barra do Pote, na Ilha de Itaparica, durante cumprimento de um mandado de busca e apreensão em casa, por uma equipe do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco).

Uma pistola calibre ponto 40 e nove munições foram apreendidas no local. Celson participava da quadrilha liderada pelo assaltante Gilberto Baitinga de Carvalho, o “Marcelo Baitinga” – chegou a figurar como Ás de Paus do “Baralho do Crime”, ferramenta lúdica com as imagens dos bandidos mais procurados pela Secretaria da Segurança Pública (SSP) –morto em agosto de 2014.

Além de roubos a banco, a quadrilha assaltava ônibus interestaduais, pedágios na BR-116 e igrejas na região do Recôncavo, de onde foram levadas imagens sacras recuperadas pela polícia. Celson foi preso em 2004 e respondia a processo em liberdade.

Autuado em flagrante por posse ilegal de arma pelo delegado Maurício Moradillo, o assaltante foi apresentado à imprensa, nesta sexta-feira (25), no auditório da Polícia Civil, e, em seguida, encaminhado ao sistema prisional.

Fonte: SSP/BA