Demissões da Ford: ‘Injustas, dado os altos lucros da empresa’, diz Luiza Maia

A possível demissão em massa de 1,4 mil funcionários da Ford, em Camaçari, foi duramente criticada pela deputada Luiza Maia (PT). Na opinião da parlamentar, a atitude é socialmente irresponsável e incoerente, já que a montadora estima um lucro de até US$ 9,5 bilhões, este ano. O anúncio veio nesta terça-feira (20), mesmo dia que lançou no município o Programa de Educação para Jovens, em parceria com o governo do estado.

Luiza Maia com funcionário da Ford

“A Ford Camaçari, desde que foi implementada em 2001, só tem ganhos e até hoje conta com inúmeros benefícios fiscais. No segundo trimestre desse ano, a fábrica anunciou aumento recorde de 43,4% nos lucros e, agora, na hora em que a crise aperta, o trabalhador é quem tem que pagar a conta sozinho? Uma empresa beneficiada pelo governo não pode negligenciar dessa forma milhares de famílias baianas, a crise é para todos e não apenas para o trabalhador comum”, declarou a petista.

De acordo com Luiza Maia, ao invés de anunciar demissões, a direção da empresa deveria abrir uma mesa de diálogo com os sindicatos representativos da classe e o governo estadual, para buscar soluções menos danosas: “Como ficam as famílias que sobrevivem dessem empregos? É preciso levar isso em conta antes de tomar uma atitude tão drástica”.

Fonte: Ascom / Luiza Maia