Secretaria da Saúde de Camaçari promove campanha para detecção da Hanseníase

A Semana da Mancha, que acontece de 26 a 30 de outubro (segunda a sexta-feira), terá ampla programação em Camaçari, com ações realizadas pela Prefeitura, por meio da Sesau (Secretaria da Saúde). A iniciativa tem como objetivo identificar precocemente a hanseníase que, no passado, era conhecida como lepra, além de informar à população que o tratamento é ofertado gratuitamente nas unidades de saúde da família e unidades básicas de saúde.

As ações serão abertas com um apitaço na segunda-feira (26/10), no semáforo do Centro Administrativo, a partir das 7h30. Participam da iniciativa o Grupo de Trabalho para o Controle da Tuberculose e Hanseníase, composto por representantes da Sesau e da sociedade civil organizada.

-Publicidade-
-Publicidade-

Ainda estão previstas atividades como roda de conversa e busca ativa nas residências para detecção de casos, além da intensificação dos atendimentos prestados por médicos e enfermeiros às pessoas que buscarem as unidades de saúde e apresentem manchas ou caroços aparentes.

Como na sexta-feira (30/10), não haverá expediente nas Unidades de Saúde da Família e Unidades Básicas de Saúde, em função da transferência do feriado do Funcionário Público para o dia 30, e no dia 02/11(segunda-feira) é feriado de Finados, a Sesau informa que as ações se estendem em Camaçari até o dia 03/11(terça-feira).

DOENÇA

A hanseníase é uma doença infectocontagiosa causada pelo bacilo de Hansen, o Mycobacterium leprae, um parasita que ataca a pele e os nervos periféricos, provocando inflamação, manchas na pele e alteração da sensibilidade. A doença é capaz de contaminar outras pessoas pelas vias respiratórias, caso o portador não esteja sendo tratado. O tratamento e a distribuição de remédios são gratuitos e feitos pelo SUS (Sistema Único de Saúde).

Fonte: Ascom / PMC