Trabalhadores da Petrobras fecham vias de Salvador no terceiro dia de greve

Nesta terça-feira (3), os trabalhadores da Petrobras que atuam nas áreas de exploração e produção, refino, termelétricas, biodiesel e terminais, seguem pelo terceiro dia de greve aderida por grande parte da categoria. Segundo o Sindicato dos Petroleiros da Bahia (Sindipetro-BA), 39 unidades estão paralisadas no estado, o que representa cerca de 85% dos funcionários da companhia. Nesta manhã, eles fecham diversas vias na capital baiana.

001 (1)
De acordo com informações da direção do Sindipetro Bahia, o sindicato está protocolando notificação extra-judicial para que cada unidade operacional libere os trabalhadores que estão confinados nas áreas em regime de dobra e tentando negociar a equipe de contingência, visando à segurança dos trabalhadores, do patrimônio, a redução da produção e o atendimento das necessidades inadiáveis da população, conforme determina a Lei de Greve.

Ainda segundo a direção do Sindipetro Bahia, a categoria conta com o apoio do MST, Sindicato dos Rodoviários da Bahia, da Central Única dos Trabalhadores, Comunidade Quilombola de São Braz e dezenas de dirigentes sindicais de outras entidades. O movimento foi iniciado pela Federação Nacional dos Petroleiros (FNP) e ganhou reforço das 12 entidades filiadas à Federação Única dos Petroleiros (FUP) no domingo (1º).

Além do reajuste, os trabalhadores também protestam contra o corte de investimentos e a venda de ativos da Petrobras. Por estar com o caixa comprometido com dívidas, a empresa está se desfazendo de parte do seu patrimônio para fazer receita. No mês passado, anunciou a venda de 49% da subsidiária de distribuição de gás natural, a Gaspetro, para a japonesa Mitsui e ainda busca sócio para a BR Distribuidora.

Fonte: Bocão News