‘Acabar com urna eletrônica facilitará fraudes eleitorais’, diz Luiza Maia

“Já vivemos o tempo das ‘trevas’ com o voto de papel, não podemos aceitar esse retrocesso”. A líder da Bancada Feminina do Legislativo estadual, deputada Luiza Maia (PT), também criticou a portaria da Justiça Eleitoral que determina que as eleições municipais de 2016 serão manuais e não com voto eletrônico.

luiza_maia_sessao_ordinaria_foto_marcelo_ferrao_03112015 (63) (2)

-Publicidade-
-Publicidade-

A parlamentar teme, sobretudo, a volta das fraudes escancaradas que ocorriam nos pleitos antes de 2000, quando iniciou o sistema de urnas eletrônicas. “Entendemos que o Brasil passa por uma crise econômica severa, mas não podemos abrir as portas para a insegurança eleitoral, em nome do contingenciamento de gastos”, disparou.

Luiza Maia defendeu ainda que Tribunal Superior Eleitoral (TSE) precisa buscar uma alternativa para evitar que essa medida se concretize nas eleições do ano que vem: “O país não pode andar para trás. Sofremos na pele, em Camaçari, décadas passadas, crimes nas eleições devido a fraude nas urnas manuais”.

Fonte: Ascom / Luiza Maia