Empossada a nova secretária da Mulher de Camaçari

A Semu (Secretaria da Mulher) está sob novo comando desde terça-feira (05/01), quando o prefeito Ademar Delgado empossou a nova titular da pasta, Suzana Graziela de Lima, em cerimônia realizada no auditório da Segov (Secretaria de Governo).

Na ocasião, o prefeito Ademar Delgado destacou que as mulheres precisam ocupar mais espaços políticos no país e parabenizou as ações realizadas pela ex-secretária Miriam Bitencourt durante os 12 meses em que esteve a frente da Semu. “O trabalho foi feito com paixão, criatividade, competência, compromisso e parcerias. O desafio de Suzana é superar o que já foi desenvolvido e fazer o melhor para a política de mulheres em Camaçari”, afirmou o gestor municipal.

-Publicidade-
-Publicidade-
Segov_Semu_posse_Suzana_secretaria_Mulher_foto_Adenilson_Nunes_050116 (2)(1)
Nova secretária da Mulher, Suzana Lima. Foto: Divulgação

No discurso, após tomar posse como secretária da Mulher, Suzana Lima destacou que é uma satisfação assumir a pasta e será um grande desafio. “Darei continuidade e intensificarei ainda mais os trabalhos realizados pela Semu. Me dedicarei e darei o meu melhor, atuando com responsabilidade e ética”, afirmou.

Psicóloga, Suzana Lima, de 34 anos, tem experiência na área de análise comportamental e coaching. Ela atuou na iniciativa privada de 2003 até 2007, quando assumiu a coordenação em gestão de saúde ambulatorial no Hospital da Mulher de Camaçari até 2013. Ultimamente, exercia o cargo de assessora executiva da Segov.

Durante a solenidade, a ex-secretária da Mulher, Miriam Bitencourt, agradeceu ao prefeito pela oportunidade e à equipe da Semu. Ela citou iniciativas realizadas durante o período em que esteve à frente da pasta, como a eleição para o Conselho Municipal de Direitos da Mulher de Camaçari, criação do Comitê de Homens pelo Fim da Violência Contra a Mulher, o Março Mulher que teve mais de 30 atividades, a Conferência Intermunicipal de Políticas para as Mulheres, o Outubro Rosa, 16 Dias de Ativismo Pelo Fim da Violência Contra a Mulher e a implantação da Vara de Violência Doméstica e Familiar.

“O foco foi trabalhar a autonomia das mulheres e fazer ações preventivas e de combate à violência. Busquei dialogar com toda a sociedade e fazer um trabalho transversal, com o apoio de todas as secretarias municipais. Continuarei a disposição na luta pela defesa das mulheres e pelo governo”, afirmou Miriam.

 

Fonte: Ascom / PMC