Atendimento ocorre normalmente na UPA da Nova Aliança

O atendimento na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Nova Aliança, localizada na sede do Município, ocorre normalmente. Desde a última sexta-feira (15/01), quando foi restabelecido o atendimento médico, após 19 dias de greve, 215 pacientes foram atendidos na unidade de saúde.

Paciente realiza exame de raio-x na mão fraturada na UPA Nova Aliança
Paciente realiza exame de raio-x na mão fraturada na UPA Nova Aliança

A normalização no atendimento médico deixou mais tranquila a dona de casa Jaciara Gonçalves, de 35 anos. Moradora do bairro Phoc II, ela esteve na UPA Nova Aliança na manhã de ontem (18/01), por conta de uma inflamação no ouvido. “A presença dos médicos na UPA é muito importante para população”, disse ela, ao revelar que foi atendida e medicada de forma ágil.

-Publicidade-
-Publicidade-

O pedreiro Anselmo da Conceição, de 32 anos, também esteve na UPA Nova Aliança pela manhã, após fraturar a mão. Além da consulta, o morador do bairro Verdes Horizontes realizou exame de raio-x para ver a gravidade da lesão.

A UPA Nova Aliança funciona com três médicos clínicos durante o dia e dois no plantão da noite, oito técnicos de enfermagem, três enfermeiras, além da equipe administrativa. De acordo com a coordenação da unidade de saúde, o atendimento tem acontecido de forma gradativa e a Sesau (Secretaria da Saúde) realiza serviços de manutenção para melhorar a infraestrutura da UPA.

FIM DA PARALISAÇÃO

Uma reunião realizada na noite da última segunda-feira (11/01), com as participações do prefeito Ademar Delgado e do presidente do Sindmed (Sindicato dos Médicos da Bahia), Francisco Magalhães, viabilizou o entendimento que garantiu o fim da paralisação de 19 dias dos médicos das UPAs Nova Aliança, de Arembepe e dos distritos de Monte Gordo e Vila de Abrantes.

Fonte: Ascom / PMC