Cachês de Bel e Ivete não serão revelados pelo governo

O secretário de Cultura da Bahia, Jorge Portugal, afirmou que não cabe ao governo revelar os cachês pagos aos cantores Bel Marques e Ivete Sangalo para puxarem trios sem cordas no Carnaval de Salvador. Portugal afirmou que cabe a “empresa privadas e aos próprios artistas revelarem os cachês” e não o governo, pois os recursos pagos aos artistas são oriundos de patrocínio. A declaração foi dada após o balanço de carnaval, realizado na manhã desta quarta-feira (10).

IMAGEM_NOTICIA_5

-Publicidade-
-Publicidade-

Ainda na ocasião, o secretário de Turismo da Bahia, Nelson Pelegrino, afirmou que a “grande preocupação de Rui Costa, da Setur e da Bahiatursa é com o carnaval de rua”. “Essa é alma do carnaval de Salvador. O carnaval de Salvador é a maior festa popular aberta do planeta e nós temos que dar essa oportunidade para o folião pipoca”, pontuou o gestor.  Ele diz que o governador deu uma “lição de casa” para a pasta de que apresentasse um projeto para repensar a participação do governo do Estado no carnaval de Salvador e buscar patrocínio de empresas privadas, e, assim, ampliar a participação dos trios independentes “para que o carnaval pipoca seja a marca do carnaval de Salvador”.

Fonte: Bahia Notícias