Sindicato e Servidores de Madre de Deus realizam manifestação na cidade

O Sindicato dos Servidores Municipais de Madre de Deus realiza, na entrada da cidade, em frente à Transpetro, no próximo dia 29, às 06h30, uma manifestação publica. “A Prefeitura gastou aproximadamente R$ 2.000.000,00 com a festa Madre Verão e não concedeu reajuste ao servidor público municipal”, afirma Amilton Pereira, presidente do SINDIMADRE.

18f2ea89-69a6-4a9d-8161-f2c22a483829 (1)

-Publicidade-
-Publicidade-

Segundo Pereira, a data-base do reajuste anual era em Janeiro deste ano e os servidores municipais continuam com salários de 2015, sem terem, inclusive, a reposição da inflação.

Enquanto isso, somente com a festa Madre Verão, a gestão municipal teve os seguintes gastos, de acordo com o Diário Oficial do Município. Com a empresa Torre Som os gastos públicos foram da ordem de R$ 1.400.010,00; Samix do Nordeste (banheiros químicos) os valores do erário público foram de R$ 290.000,00; com a LC Produções o montante foi de R$ 27.907,00 e com a AMS Produções e Eventos o valor foi de R$ 219.998,00. Perfazendo um total de gastos públicos com a Madre Verão de R$ 1.937.915,00.

De acordo com o Tribunal de Contas dos Municípios (Novembro/2015), o Orçamento mensal da Prefeitura de Madre de Deus é de cerca de R$ 16milhões para um município, que segundo o site da Prefeitura de Madre de Deus (www.madrededeus.ba.gov.br/?page_id=117#.VtBOnH0rLIU) tem uma área total de 11,141 Km2 e 18 mil habitantes . Já a folha de pagamento dos funcionários públicos é de R$ 3.931.349,09; representando, portanto, um gasto de cerca de 25% do Orçamento Mensal da Prefeitura com a folha de pagamento. A Lei de Responsabilidade Fiscal permite um teto de gastos de até 60% do Orçamento Municipal para gastos com o pagamento do servidor público.

“Vamos protestar contra este descaso com o servidor público e com a população da cidade; que necessita de servidores com remunerações dignas; assim como constantes cursos de qualificação e capacitação para a prestação de serviços públicos de qualidade em Madre de Deus”, afirmou Pereira.

Fonte: Pedro Castro