Seminário discute equidade racial

Na segunda-feira (07/03), Camaçari realiza o Seminário Equidade Racial na Saúde. O evento, promovido pela Prefeitura, através da Sesau (Secretaria de Saúde), e em parceria com a UCSAL (Universidade Católica de Salvador), acontece das 8h às 12h, na Cidade do Saber.

Aberta ao público, a iniciativa tem o objetivo de abordar a temática da saúde da população negra e o combate ao racismo institucional. A ação faz parte da pesquisa desenvolvida pela UCSAL e conta com apoio do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) e do Ministério da Saúde.

-Publicidade-
-Publicidade-

CAPACITAÇÃO

De março a maio, a Sesau, em parceria com a UCSAL, oferece, de forma gratuita, a capacitação profissional Equidade Racial na Saúde. O curso é destinado a gestores e trabalhadores de saúde de nível fundamental, técnico e superior, que atuam na rede de serviços de saúde públicos e privados do Município, em todos os níveis de atenção.

A capacitação acontece na modalidade semipresencial e tem como objetivo informar e sensibilizar os profissionais dos serviços de saúde acerca da importância da informação em saúde da população, por raça-cor, sobre o correto preenchimento desse quesito, os perfis epidemiológicos da população, por raça-cor, e a equidade no acesso e atenção à saúde.

Os interessados em participar da capacitação podem se inscrever até dia 14 de março, através do e-mail cursoucsal@gmail.com, com o nome, função e unidade de saúde onde trabalha. Outras informações podem ser adquiridas através dos telefones (71) 98846-8380 / 98329-2847 / 99721-0114 / 99322-3121.

PROGRAMAÇÃO

8h – Mesa de abertura
– Washington Couto (Secretário de Saúde de Camaçari)
– Autoridades locais

Tema: Racismo e o mito da democracia racial: A cor da pele na sociedade, nas instituições, nas microrrelações e na identidade.

Palestrantes
9h – Prof. Edson Lopes Cardoso – UMESP, USP
9h20 – Profª. Sandra Assis Brasil – UNEB, ISC-UFBA
9h40 – Profª. Denize Almeida Ribeiro – UFRB, ISB-UFBA
10h – Debate

Tema: A saúde da população tem cor: riscos e doenças mais frequentes na população negra e a importância do quesito raça-cor.

Palestrantes
10h30 – Profª. Leny Alves Bonfim Trad – ISC-UFBA (conferência online)
10h50 – Prof. Altair dos Santos Lira – ABADFAL, ISC-UFBA
11h10 – Profª. Cristina Gomes – UCSAL, FLACSO-México
11h30 – Debate

Fonte: Ascom / PMC