Oficina de costura ajuda a gerar renda extra para mulheres

Sergipana de nascimento e baiana de criação, Dona Rosa é o exemplo de mulher que persegue os objetivos e não se intimida diante das dificuldades. Aos 67 anos, ela acorda cedo, organiza os afazeres domésticos e segue para Camaçari (BA), onde coordena aulas de modelação, corte e costura para mulheres da região.

O curso que Dona Rosa hoje multiplica nasceu da oficina de capacitação criada de uma parceria entre a Ford e o Projeto Axé, com o apoio da Secretaria de Educação de Camaçari. Com a proposta de reaproveitar os uniformes de seus funcionários – antes incinerados –, a Ford passou a higienizá-los e doá-los ao Projeto Axé para que fossem transformados em mochilas ecossustentáveis para as crianças da rede pública de ensino do município.

-Publicidade-
-Publicidade-

A ação faz parte do trabalho de responsabilidade social da montadora que tem como objetivo contribuir para promover a qualidade de vida de pessoas das comunidades onde está presente. Conta com o patrocínio da Ford Fund, braço filantrópico da marca, para oferecer conhecimento técnico por meio de oficinas criadas e implementadas pelo Projeto Axé.

“Essa parceria tem dado muito certo porque vai além de cursos de capacitação. O programa resgata a autoestima das participantes, valoriza as identidades e reforça o desenvolvimento social e econômico da região”, afirma Adriane Rocha, gerente de Relações Corporativas e Comunicação da Ford Brasil.

Com base na criação e desenvolvimento de produtos sustentáveis, as mulheres que participaram do programa puderam aprender técnicas de reciclabilidade, conceitos de pesquisa de mercado, design e marketing. Manipulados por habilidosas mãos, os uniformes da Ford já se transformam em aventais, sacolas de praia e de mercado, colchas, porta-dólares e lixeiras para carros. As mochilas ainda não são confeccionadas por este grupo, mas os treinamentos continuam com a intenção de formar um time capacitado para tal.

“Além de uma nova ocupação, tento transmitir a todas as participantes força, garra, vontade de vencer e fazer a diferença em sua família ou comunidade”, comenta Dona Rosa.

Aprender um novo ofício pode ser a resposta para uma mudança na qualidade de vida de muitas pessoas, como aconteceu com Elza Silva, uma das alunas de Dona Rosa. Aos 69 anos, saiu de Monte Gordo, a 40 quilômetros de Camaçari (BA), para aprender técnicas de costura e buscar novas oportunidades de trabalho.

“O curso abriu um novo horizonte em minha vida. Só estudei até a quinta série e nunca trabalhei fora, mas chega um momento em que queremos desenvolver nossas habilidades e ensinar o que sabemos aos outros”, comenta Elza, que já replica o que aprendeu para outras mulheres de sua cidade, fazendo disso uma fonte de renda.

Nos últimos dois anos foram doadas 20 mil mochilas ecossustentáveis. Além de beneficiar as mulheres, a oficina de costura contribui para o aprendizado de jovens oriundos de situações de risco, ao permitir que participem do processo de criação das peças propondo cores e estampas para as mochilas.

Fonte: Ascom Ford