Rodoviários de Camaçari vão cruzar os braços nesta sexta (11)

O Sindicato dos Rodoviários de Camaçari e a Força Sindical Bahia, com o apoio do Sintepav BA, realizarão, na próxima sexta-feira, 11 de março, às 9H, em frente à Câmara Municipal de Camaçari, na Rua do Contorno, no bairro Dois de Julho, um protesto contra a violência sofrida pelos rodoviários da região.

6f00e15a-b1e1-4417-a5f5-e72c40a8a4b7

-Publicidade-
-Publicidade-

O trabalhador rodoviário já tem uma rotina diária estressante e condições de trabalho que necessitam de melhorias. Além disso, a onda de insegurança afeta diretamente a categoria. O profissional sai para trabalhar e corre um sério risco de voltar com sua integridade física e/ou psicológica abalada.

De acordo com o Presidente do Sindrod Camaçari, Daniel Ferreira da Silva, o motivo da paralisação é a queixa de insegurança e agressões físicas e verbais sofridas pelos rodoviários. “O problema é a falta de segurança. Não temos condições de rodar se não houver segurança para os trabalhadores. Foram 52 ocorrências no ano de 2015 entre Camaçari e a BA93. Em 2016 já são sete ocorrências, sem contar as queixas que não são dadas e as ameaças de morte nos finais de linha”, finalizou Daniel.

De acordo com Nair Goulart, Presidente da Força Sindical Bahia, “a Central repudia qualquer forma de violência e a falta de medidas urgentes para garantir a segurança destes trabalhadores tão necessários ao cotidiano de Camaçari e ao desenvolvimento da cidade”.

A violência assusta e inibe a convivência social. Na visão da Força Sindical, a execução de uma política de segurança eficaz, com investimentos pesados do governo no setor, deve ser prioridade para alcançarmos o trabalho decente.

Fonte: Ascom Força Sindical