Crise na cultura: Cidade do Saber demite quase 50 funcionários

Ao todo, 48 profissionais entre professores e colaboradores foram demitidos nesta quarta (14), do Instituto Professor Raimundo Pinheiro, a Cidade do Saber, em Camaçari.

3afa08ef8b

-Publicidade-
-Publicidade-

De acordo com a assessoria de comunicação, há alguns meses a entidade vem enfrentando dificuldades de orçamento, por conta da redução nos valores de contrato com a gestão municipal das secretarias de educação, esporte e cultura. “Gradualmente o quadro foi diminuindo e provavelmente terão mais cortes, pois não temos condições de manter todos os serviços e colaboradores sem orçamento”, afirmou Elba Coelho.

Por conta do corte com colaboradores, consequentemente alguns serviços oferecidos gratuitamente à população de Camaçari deixarão de existir. “Ainda estamos analisando quais irão se extinguir e os que permanecem, estamos dando prioridade em manter os alunos matriculados, porém reduzindo carga horária e dias das atividades”, acrescentou Coelho.

Na sexta – feira (18), ex-funcionários e colabores da instituição estão organizando uma manifestação na frente do Colégio Modelo Luis Eduardo Magalhães, às 16h. O protesto vai até o Mercado Central onde será tocada uma marcha fúnebre, no propósito de sensibilizar o governo para reverter à situação.

Redação Nossa Metrópole