Dilma diz que é vítima de injustiça após ser notificada de afastamento da Presidência

A presidenta Dilma Rousseff foi notificada discursou no Palácio do Planalto após ser notificada pelo primeiro-secretário da Mesa Diretora do Senado, senador Vicentinho Alves (PR-TO) de seu afastamento do cargo após a proclamação do resultado da votação da admissibilidade do processo de impeachment no Senado.

e2f5677e81

-Publicidade-
-Publicidade-

“A luta pela democracia não tem data para terminar”, é longa. Ela deve ser vencida, e nós vamos vencer, disse.

Dilma disse ser vítima de injustiça e admitiu que pode ter cometido erro na condução do país, mas reafirmou não ter cometido crime. Em seguida, Dilma saiu pelo pelo Planalto, acompanhada pelo presidente Lula e ministros, e foi cercada por apoiadores, que gritavam ‘Dilma, guerreira’.

“O que está em jogo no processo de impeachment não é apenas meu mandato. Está em jogo o respeito às urnas, à vontade soberana do povo brasileiro e a Constituição. O que está em jogo são as conquistas dos últimos 13 anos, os ganhos das pessoas mais pobres e da classe média, a proteção às crianças, os jovens chegando às universidades e escolas técnicas, a valorização do salário mínimo, médicos atendendo a população, a casa própria com o Minha Casa Minha Vida”, afirmou Dilma em pronunciamento.

Fonte: Correio