Friboi e doleiro ligado a Cunha são alvos da Lava Jato

O doleiro Lucio Funaro, ligado a Eduardo Cunha, e as empresas do grupo JBS Friboi são alvos da Operação Lava jato na manhã desta sexta-feira (1º). Os mandados de hoje se baseiam na delação premiada de Fábio Cleto, também ligado a Cunha.

10d7166a29

-Publicidade-
-Publicidade-

Os mandados de prisão do doleiro e de busca e apreensão serão cumpridos nos estados de São Paulo, Pernambuco, Rio de Janeiro e no Distrito Federal. Ainda de acordo com o G1, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, afirmou que aliados de Cunha apresentaram mais de 30 requerimentos de convocação, solicitação de documentos e pedidos de auditorias em diversas comissões da Câmara, inclusive na CPI da Petrobras, para pressionar o grupo empresarial Schahin e beneficiar o doleiro Lucio Funaro.

A obra da hidrelétrica da Schahin se rompeu e Lucio Funaro cobrou o prejuízo da Schahin no valor de R$ 1 bilhão. Para conseguir o pagamento, o doleiro teria contado com ajuda de Cunha, que em troca recebeu dois carros, no total de R$ 180 mil, em 2012.