Camaçariense  é novamente aprovada em pré-seleção para o Bolshoi

É a segunda vez que a camaçariense Stefanny Cerqueira de Lima, 10 anos, educanda de ballet da Cidade do Saber, participa de uma audição para concorrer à disputada bolsa de estudos na Escola do Teatro Bolshoi no Brasil. Em ambas, conseguiu ser aprovada na primeira etapa da seleção. Na conquista mais recente, que aconteceu no dia 09/08 (terça-feira), em Salvador, a pequena bailarina foi uma das 12 pré-selecionadas entre mais de 200 candidatos.

RTEmagicC_stefanny_in.JPG

Como este ano a Escola do Teatro Bolshoi no Brasil (única filial do Ballet Bolshoi fora da Rússia, localizada em Joinville – SC) não realizou audição na Cidade do Saber, Stefanny, com o apoio de seus pais Eduardo e Ana Clea Lima, se inscreveu na seletiva que ocorreu na capital baiana de forma independente, concorrendo com candidatos de todo o estado. O pai da garota conta que a confiança da filha é contagiante. “O ballet é algo que ela ama e nós, a família, estamos unidos e dispostos a apoiá-la e incentivá-la”, revela.

Confiança parece ser mesmo um dos principais atributos da aprendiz de ballet, entre tantos outros, como o corpo flexível e a paixão pela dança clássica. “Como eu já havia participado no ano passado, já sabia um pouco como funciona a audição e fiquei bem tranquila. A próxima fase vai ser na Escola do Teatro Bolshoi e eu estou animada para voltar lá e dar o meu melhor”, diz.

Moradora do Phoc II, Stefanny cursa o ensino fundamental na Escola Exatas Júnior e sabe das grandes mudanças que vai enfrentar caso conquiste a bolsa de estudos. “São muitos os desafios que eu vou precisar enfrentar. Ter que ficar um tempo longe de pessoas que eu gosto vai ser o mais difícil. Mas é no apoio dessas mesmas pessoas que encontro coragem para buscar o meu sonho”, declara.

O curso na Escola do Bolshoi tem duração de oito anos e inclui aulas práticas e teóricas de dança clássica e contemporânea, música clássica, piano, violino, história da arte, pilates e inglês. Atualmente, três educandos da Cidade do Saber – Pâmela dos Santos, Alexandre Vieira e Andressa Moura – seguem estudando e alimentando o sonho de se tornarem bailarinos profissionais.

Ascom: CS