Crianças abandonadas em Camaçari estão em Lauro

A coordenadora do Conselho Tutelar de Camaçari, Maria Domingas Magalhães, afirmou nesta quinta, 20, que os irmãos, que as 10 crianças foram levados para um abrigo em Lauro de Freitas e o caso foi encaminhado para Justiça como abandono de incapaz.

ok

Na última sexta-feira (14), dez crianças foram encontradas sozinhas, em uma casa com condições precárias de segurança e higiene no bairro do Phoc II, em Camaçari.

“Eles saíram e foram para Arembepe, deixando as crianças sozinhas com a irmã de 15 anos. Recebemos a denúncia e, quando chegamos, ela tinha saído. No final da tarde, ela apareceu dizendo que tinha ido à casa da avó procurar comida para os irmãos”, contou Maria Domingas.

De acordo com ela, quando os conselheiros tutelares chegaram na casa da família, as crianças tinham acendido fogo usando carvão para fazer arroz para comer.

fogao

“Foi uma situação de negligência e maus tratos. Uma tristeza ver as crianças naquela situação. A casa só tinha sujeira e várias irregularidades. Não tinha condições de deixar as crianças em situação desumana dessa”, relatou.

Segundo a conselheira, a adolescente de 15 anos conseguiu falar com a mãe e avisar da situação. Com isso, os pais estiveram no Conselho Tutelar ainda na sexta, mas as crianças não foram devolvidas para elas.

Os pais ficaram apenas com um bebê de 20 dias que eles tinham levado para Arembepe. Eles alegaram que tinham ido para a localidade para ver uma casa que tinham emprestado para a família morar.

sujeira

Parentes das crianças estiveram no Conselho Tutelar e disseram que a situação de abandono é recorrente. Os pais, no entanto, disseram que querem cuidar dos filhos. O pai está desempregado, mas alega que faz serviços para manter a família. Já a mãe recebe benefício do Bolsa Família.

O Conselho Tutelar aguarda a decisão da Justiça para saber o destino das crianças. A mãe ainda tem mais três filhos de outro casamento, que moram com familiares.

 

Fonte: A Tarde

Fotos: Conselho Tutelar