Homem é preso por morte de músico Felipe Yves

Um homem foi preso e um adolescente apreendido, nesta quarta-feira, 8, no bairro de Cajazeiras, por suspeita de participarem da morte do cantor e compositor Felipe Yves, na última segunda, 6.

 

Segundo informações da Polícia Civil, a dupla, que não teve os nomes revelados, foi levada para a sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A polícia ainda procura os demais envolvidos no crime.

A investigação aponta que cinco pessoas teriam participado do homicídio brutal do músico. Nesta terça-feira, 7, a polícia divulgou a foto de Ueslei Silva Sarinho, 22 anos, como um dos suspeitos de envolvimento no caso.

Os demais foram identificados pelos apelidos de Helris, Lacoste, Penga, Nonô e outro de prenome Maurício.

 

Crime

Felipe Yves, 21 anos, foi brutalmente assassinado na última segunda-feira, 6. O corpo da vítima foi encontrado em um matagal, semi-degolado e com marcas de tiros no braço direito, na localidade conhecida como “Independência”, no bairro da Boca da Mata.

Após o crime, os assassinos ainda enviaram mensagens de WhatsApp para um primo da vítima, revelando que ele tinha sido morto.

O músico ficou conhecido pelas composições “Depois de nós, é nós de novo”, de Igor Kannário e “Bota o bumbum dela no paredão”, do cantor Léo Santana.

Nas redes sociais, familiares, fãs e amigos do músico prestaram homenagem e lamentaram a morte dele.

Fonte: A Tarde