Nego do Borel afirma que já trabalhou para o tráfico de drogas no Rio

O cantor Nego do Borel afirmou que já trabalhou para o tráfico de drogas no Rio de Janeiro. Em entrevista ao programa do colunista Leo Dias, na Rádio FM O Dia, o funkeiro contou sobre as dificuldades financeiras que ele e a família passaram, fazendo com que ele atuasse para o tráfico.

“Eu não tinha dinheiro para comprar roupa para ir para o colégio. Teve uma época em que eu não estava indo para a escola. Por conviver com o tráfico, por ter dinheiro fácil, por não ter estudo, o tráfico chama”, afirmou Nego do Borel, que morou 20 anos na comunidade Morro do Borel, na Tijuca, na Zona Norte do Rio de Janeiro.

 

Ainda durante a entrevista, o artista contou que, junto com seis meninos, trabalhou para o tráfico de drogas. “Eu fui ao enterro de todos eles. E depois eu vi que o problema era sair do tráfico. Você tem que usar drogas, eu experimentei maconha e não queria aquilo para mim e graças a Deus eu consegui”, disse.

Além de cantor, Nego do Borel está investe na carreira de ator. Após o sucesso de “Cleiton”, personagem vivido em “Malhação” (TV Globo), ele já está escalado para mais um papel na TV.

Fonte: A Tarde