Barraqueiros participam de capacitação

Qualidade no atendimento, higiene, manipulação dos alimentos, segurança e operacionalização. Estes foram alguns assuntos tratados com os barraqueiros que vão trabalhar na área interna do Camaforró, que acontece de 22 a 24 de junho, no Espaço Camaçari. O encontro aconteceu na manhã desta quarta-feira (14), no auditório da Casa do Trabalho.

 

Ao todo, 198 barracas ficarão na Arena de Show. Além dos barraqueiros, a Prefeitura ainda cadastrou 25 ambulantes de isopor e de acessórios, que estarão devidamente identificados.

As barracas do Camaforró contam com piso e balcão. Dentre os produtos comercializados estão drinks e coquetéis, bebidas, lanches, e comidas típicas. Contudo, de acordo com as normas de segurança, alguns itens serão proibidos na festa como espeto, braseiro e bebidas em garrafas de vidro.

De acordo com o coordenador de eventos, Luiz Mário, mesmo com ajustes no orçamento, o Camaforró não vai perder o brilho e a essência de fomentar a economia. “Vamos aproveitar este momento de crise para valorizar os artistas locais, gerar rendas, aquecer o comércio e manter viva a cultura nordestina”, garantiu.

O Camaforró 2017 contará com mais de 50 atrações, apresentações de quadrilhas juninas, estruturas das barracas com bebidas e comidas típicas do São João, além de toda estrutura de serviços de limpeza, saúde, fiscalização e um esquema especial de segurança e transporte para ofertar a população mais conforto durante o evento.

Outro encontro acontecerá, desta vez com os ambulantes que trabalharão na área externa ao Espaço. A data ainda não foi divulgada.

Participaram do encontro com os barraqueiros o coordenador de Eventos, Luiz Mário, o subsecretário de Desenvolvimento Econômico, Waldy Freitas, e representantes da Defesa Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Juizados de Menores e Vigilância Sanitária.

Ascom: PMC