ACEC e CDL propõe a Elinaldo medidas para o fortalecimento do comércio

Os novos diretores da Associação Comercial e Empresarial de Camaçari (ACEC) e da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), começam a se movimenta a fim de tentar impulsionar o comércio local, que passa por sérios problemas.

Um dos primeiros passos para reverter a crise foi apresentar ao prefeito Elinaldo Araújo um documento construído através de um fórum de comerciantes, que aponta três eixos centrais de construção e desenvolvimento do comércio varejista, são eles: fomentar a economia criando condições que possam garantir o acesso do empresariado do município às demandas dos órgãos públicos, assim como medidas eficazes de segurança e ordenamento urbano.

Durante conversa com o prefeito, o presidente da ACEC, Alan Lima, disse que o centro da cidade precisa ser totalmente repensado. “É importante promover ações efetivas para ordenar o trânsito, criar plataformas de sinalização que contribuam com o reconhecimento e interdependência entre o transporte, o ambiente e o direito das pessoas”, ressaltou.

Os representantes da ACEC e CDL também destacaram sobre a necessidade de se se criar condições efetivas para promover e potencializar o comércio, contribuindo para um calendário comercial forte, que gere auto estima, emprego e renda. O comércio de Camaçari é responsável por cerca de 50% dos empregos da cidade.

Redação Nossa Metrópole