Lava Jato do Rio prende procurador suspeito de receber propina

O procurador do Rio de Janeiro Renan Saad foi preso pela força-tarefa da Lava Jato no estado, na manhã de hoje (1º).

Ele é suspeito de receber R$ 1,265 milhão em pagamentos da Odebrecht relacionados a obras do metrô do Rio. Saad foi preso em casa, em São Conrado, Zona Sul.

Segundo a TV Globo, um acordo de leniência afirma que o procurador recebeu propina em troca de parecer sobre a Linha 4 do metrô do Rio.

A Linha 4 do metrô liga a Zona Sul à Barra, na Zona Oeste, e foi entregue para os Jogos Olímpicos de 2016.

 

Fonte: Uol