Câmara debate construção de maternidade municipal na Costa de Camaçari

Por Camila São José

Câmara Municipal de Camaçari aprovou por unanimidade a indicação que solicita a construção de uma maternidade na Costa de Camaçari. Foto: Reprodução/Facebook

Na sessão desta terça-feira (27), a Câmara Municipal de Camaçari aprovou por unanimidade a indicação nº 1106/2019 que solicita a construção de uma maternidade municipal na orla.

“Na Costa de Camaçari é necessário também que tenha uma maternidade, seja em Barra de Pojuca ou em Monte Gordo”, cobrou o autor da matéria, vereador Rui Magno (DEM).

Ao usar a tribuna, o vereador Jackson Josué (PT) lembrou que na década de 80 Camaçari tinha uma maternidade municipal, a Ana Falcão. E, segundo o petista, até 2020 a maternidade sob responsabilidade do estado será inaugurada.

Desde 2014 o Governo da Bahia anuncia a construção da Maternidade Regional de Camaçari, em frente ao Hospital Geral de Camaçari (HGC). Em agosto de 2018, o governador Rui Costa (PT) anunciou a retomada das obras que terá investimento de R$ 44,3 milhões, entre obras e equipamentos. Na época foi assinada nova ordem de serviço

Segundo projeto, a maternidade terá 110 leitos, sendo 25 de Terapia Intensiva (UTI), 26 de obstetrícia clínica, 20 de obstetrícia cirúrgica, 12 de gestação de alto risco, 10 de UTO neonatal, 10 de Cuidados Intermediários Convencional, cinco de Cuidados Intermediários Canguru, dois de isolamento e um Centro de Parto Normal, dotado de três leitos, bem como 28 leitos de emergência. Atendendo aos moradores dos municípios de Camaçari, Conde, Dias D’Ávila, Mata de São João, Pojuca e Simões Filho. A maternidade possui estimativa de realizar seis mil partos por ano.