Outubro Rosa: entenda o que é câncer de mama avançado ou metastático

O câncer de mama pode ser classificado em 5 estágios (de 0 a 4).

 

Os estágios do câncer de mama fazem referência à classificação da doença de acordo com sua extensão ou gravidade, e auxilia o médico na escolha do melhor tratamento. Esta classificação se baseia nas características do tumor primário (tumor das mamas), nas características dos gânglios linfáticos da mama (se o câncer invadiu os gânglios próximos), e na presença ou ausência de metástase à distância (se o câncer se espalhou para outras partes do corpo formando tumores metastáticos).

Para saber o estágio do câncer mama, seu médico pode pedir raios-x, exames de laboratório e outros testes.

O câncer de mama pode ser classificado em 5 estágios (de 0 a 4), sendo o estágio zero o mais inicial e os estágios 3 e 4 os mais graves, conhecidos como câncer de mama avançado ou câncer de mama metastático.

Entenda cada estágio do câncer de mama:

Câncer de mama estágios 0, 1 e 2: são os estágios iniciais do câncer de mama, nos quais o tumor está limitado à mama. Nestes estágios as pacientes têm chance de curar o câncer de mama, desde que o diagnóstico ocorra cedo e que a paciente responda bem ao tratamento.

Câncer de mama estágio 3: neste estágio o câncer da mama é chamado de “câncer de mama localmente avançado”, o que significa que o câncer se espalhou para os nódulos linfáticos e/ou para outros tecidos da mama, mas não para outros locais do corpo.

Câncer de mama estágio 4: neste estágio o câncer de mama é chamado de “câncer de mama metastático” ou “câncer de mama avançado”. Nesta fase, o câncer se espalhou para outros locais do corpo, como fígado, pulmões, ossos, cérebro e /ou outros tecidos.

Conhecer o estágio do câncer de mama ajuda o médico a entender a gravidade do câncer e planejar o melhor tratamento. Apesar do câncer de mama metastático não ter cura, hoje existem tratamentos modernos, como as terapias-alvo, que permitem que as mulheres vivam com mais qualidade de vida e em determinados casos posterguem o início da quimioterapia.

 

Fonte: Câncer de mama avançado