Banco do Nordeste cria linha de crédito especial para empreendedores de Camaçari

O Banco do Nordeste do Brasil (BNB) criou uma linha de crédito e fomento exclusiva para Camaçari. Nos últimos três meses, os agentes de fomento do banco mapearam as principais necessidades do comércio local e os setores com maior possibilidade de desenvolvimento e distribuição de renda.

O novo investimento é fruto de uma ação conjunta das secretarias de Desenvolvimento Econômico (Sedec) e do Turismo (Setur).

Foto: Ascom Setur

Empreendedores do ramo de meios de hospedagem, restaurantes e donos de mercadinho terão acesso a uma linha de crédito através do Programa de Desenvolvimento Territorial do Banco do Nordeste (Prodeter). O Programa de Desenvolvimento Territorial incorpora um conjunto de estratégias com o objetivo de potencializar a competitividade das atividades produtivas regionais, como a construção e implementação de plano de ação e dotação orçamentária para financiamentos. Através dessa iniciativa, estão sendo contemplados, ainda, os comerciantes que tiveram prejuízos com o avanço do mar, em julho.

O Prodeter terá duração de dois anos e será fomentado no município através de uma governança composta representantes da ACEC, CDL, SEBRAE, SETUR, SEDEC, SENAC, SICOMÉRCIO, Associação Comercial de Arembepe, associações de moradores, Conselho de Turismo e Polícia Militar (59ª CIPM).

Além da assistência ao trade turístico, o Prodeter traz um fôlego para os pequenos comerciantes de bairro que tiveram impacto nas vendas com a chegada de três grandes atacadistas.  “Observando o cenário econômico de Camaçari, nós do banco vimos a necessidade de fazer um trabalho junto com algumas entidades para ajudar os estabelecimentos. A gente já está contatando o IFBA de Camaçari, o Senai Cimatec, pra reunir esse pessoal e tentar propor uma solução. Pode ser uma tecnologia, aplicativo, compra coletiva; enfim, a gente tem que encontrar uma solução e resolver o problema desses mercados”, anunciou Leonardo Pimenta, agente regional de desenvolvimento do Banco do Nordeste.

“O Polo de Camaçari é um grande empreendimento que amparou nossa economia, mas a cadeia produtiva, os fornecedores e empregos do primeiro escalão não estão na cidade. Por isso que a bola da vez do desenvolvimento econômico é o turismo. Nosso foco hoje é potencializar e dar apoio a quem investe na cidade, gera emprego, renda e movimenta a economia. Com essa visão e munidos de pesquisas e análise técnica, resolvemos fazer um recorte para os setores que demandam uma intervenção urgente do poder público e vão dar maiores resultados para o município”, avalia o secretário de Turismo, Gilvan Souza.

A execução do Prodeter terá o acompanhamento do superintendente regional do Banco do Nordeste, José Gomes da Costa, e da Célula de Desenvolvimento Territorial da Superintendência.