Via Parafuso já registra 207 acidentes em 2019; maioria envolvendo carros de passeio

Foto: Google Street View

A BA-535 (Via Parafuso) é um dos principais acessos a Camaçari ao sair de Salvador. Milhares de veículos passam diariamente pela rodovia e motoristas precisam ficar atentos quanto à segurança na via, já que os dados de acidentes em 2019 já são alarmantes.

De janeiro até 11 de dezembro, foram registrados 207 acidentes na Via Parafuso, sendo um com vítima fatal, como revela a Concessionária Bahia Norte, responsável pela administração da rodovia.

O acidente fatal aconteceu no último sábado (7), envolvendo duas motos. Junior Santos, morador do bairro do Ficam, morreu após a colisão. O acidente aconteceu na região do Atacadão.

Conforme a Bahia Norte, 15% dos acidentes ocorrem com motos e 78% envolvem carros de passeio. “No histórico, aponta-se como a principal causa dos acidentes, a imprudência dos condutores ao transitar pela via. O descuido vai do excesso de velocidade à condução inadequada do veículo”, diz a concessionária em nota enviada à nossa reportagem.

A empresa informa que os números são menores em relação ao ano passado, quando foram registrados 240 acidentes, com quatro vítimas fatais.

Quando comparado aos registros na Via Atlântica (BA-530), conhecida como Estrada da Cetrel, os números da Via Parafuso são maiores. No último levantamento, a Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra) revela que de 1° de janeiro até 31 de outubro de 2019 foram registrados 38 acidentes na BA-530. Porém, o número de acidentes com vítimas fatais é maior na Estrada da Cetrel, seis no total.

Para diminuir os índices de acidentes no trânsito na Via Parafuso, a Bahia Norte assegura que investe constantemente em ações e campanhas voltadas à segurança de quem trafega pela via. E alerta os motoristas quanto à importância de respeitar as normas de trânsito, principalmente o limite da velocidade permitida no trecho. “Ter atenção à sinalização viária e a distância entre um veículo, além de reduzir a velocidade nas curvas também faz parte das atitudes que contribuem para a segurança do condutor e passageiros”, orienta a companhia.