Alunas denunciam professor da Uefs por ter colocado suas fotos de biquíni em vídeo publicado na web

Foto: Reprodução

A Polícia Civil investiga um professor da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) por suspeita de ter criado e divulgado na internet um vídeo com fotos de alunas de biquíni.

Em entrevista ao G1, a delegada Edileuza Suely, responsável pela investigação do caso, afirma que ao menos 15 alunas já denunciaram o suspeito na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) da cidade.

Segundo a reportagem, as investigações começaram no dia 12 de dezembro e, além das alunas, testemunhas também já foram ouvidas. O professor acusado deverá ser intimado nos próximos dias.

De acordo com a delegada, as vítimas contaram, em depoimento, que as fotos usadas pelo professor foram pegas nas redes sociais, sem autorização, e que elas estão constrangidas com o fato. No entanto, a delegada não informou de que forma o material é usado no vídeo.

“Ele entrou nas redes sociais delas, fez um apanhando de fotos onde elas estão tomando banho de piscina, com roupas de banho e, com essas imagens, ele montou um vídeo e passou a divulgar. Elas se sentiram ofendidas e, por isso, prestaram queixa”, contou a delegada ao G1.

A Uefs se pronunciou por meio de nota e não detalhou se alguma medida já foi tomada com relação ao caso. “Em casos de denúncia de assédio, após a devida formalização junto à Ouvidoria da Instituição, é feita a instauração imediata de mecanismos regimentalmente previstos para apuração dos fatos, responsabilização e punição a quem couber”.