VLT pode ser expandido até Camaçari, afirma Walter Pinheiro

Foto: Carol Garcia

A Lei Orçamentária Anual (LOA) 2020 do Governo do Estado da Bahia foi aprovada em primeiro turno pela Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), nesta segunda-feira (16). O projeto deverá ser colocado em votação no segundo turno hoje (17) e entre as verbas previstas para o próximo ano, estão às destinadas à expansão do Veículo Leve de Transporte (VLT) até Camaçari.

A informação foi dada pelo secretário estadual de Planejamento, Walter Pinheiro, em entrevista ao bahia.ba.

Segundo Pinheiro, o orçamento do próximo ano está amarrado ao Plano Plurianual (PPA), que estabelece as metas do governo até 2023, e ao Plano de Desenvolvimento Integrado (PDI), que traça as diretrizes até 2035. Ele também justificou o aumento do orçamento para 2020 citando alguns investimentos que serão feitos pelo governo do estado como a expansão do Metrô até o Campo Grande – e posteriormente até a Barra – e do VLT até Camaçari.

Com a expectativa da aprovação da LOA, o secretário disse que o orçamento “é a peça que efetivamente vai nos armar para 2020. E já abre a porteira para a caminhada: o que nós vamos fazer em 2020 e quais os projetos que o governador Rui Costa vai lançar. Há um trabalho que está sendo feito pela Seplan, que é um trabalho da até 2035. Assim como nós fizemos no passado até 2023, agora nós repaginamos e estamos trabalhando a Bahia até 2035”, garantiu Walter Pinheiro.

Inicialmente, o VLT vai ligar o bairro do Comércio, na capital baiana, à Ilha de São João, em Simões Filho, Região Metropolitana (RMS). Nesta primeira fase, que tem previsão de funcionamento já em 2020, serão 19,2 quilômetros, com 21 estações, atravessando todo o Subúrbio Ferroviário de Salvador. O VLT terá capacidade para transportar cerca de 156 mil passageiros por dia. A ordem de serviço para início das obras foi assinada no dia 10 de dezembro.