Esgotamento sanitário e renovação contratual são pautas de reunião entre Elinaldo e Embasa

Foto: Kelvi Lima

O prefeito Elinaldo Araújo (DEM) recebeu, no final da tarde desta terça-feira (17), o presidente da Empresa Baiana de Águas e Saneamento S/A (Embasa), Rogério Costa Cedraz; o diretor de Operação e Expansão da Região Metropolitana, Carlos Ramirez; e a gerente do escritório da Embasa em Camaçari, Thaís Vieira. A reunião teve como pauta a solicitação de mais investimentos na cidade por parte da empresa, de forma que o sistema de abastecimento de água seja ampliado, bem como o de esgotamento sanitário, para alcançar todo o território municipal, tanto Sede quanto Costa.

Outro ponto colocado em debate foi o serviço de recuperação asfáltica das vias em que a Embasa realiza intervenções, especialmente àquelas em que o governo já realizou a requalificação. Além de questões operacionais, a reunião também teve espaço para falar sobre a renovação contratual entre a empresa e o município, que será pauta de outros encontros. O primeiro está agendado para o dia 14 de janeiro de 2020, às 9h, no gabinete, ocasião em que a Embasa apresentará os planos de investimentos para Camaçari e os prazos de execução, para que a partir daí a prefeitura possa avaliar se manterá a gestão dos sistemas de água e esgoto da cidade sob responsabilidade da Embasa.

“Quero que todas as famílias de Camaçari vivam de forma digna e para isso é preciso garantir serviços básicos essenciais, como o fornecimento de água e a implantação da rede de esgoto, e por isso estamos dialogando com a Embasa, pois essas são coisas que não podemos abrir mão. Camaçari é uma cidade grande e representa uma importante fatia dos recursos arrecadados pela empresa, dessa forma deve receber uma atenção especial”, ressaltou o prefeito Elinaldo Araújo.

O presidente da Embasa, Rogério Cedraz, avaliou o encontro de forma positiva. “Estamos iniciando uma conversa com a prefeitura para buscar negociação de contrato futuro, no qual deve conter em seu teor todos os investimentos que serão feitos e como serão executados. É claro que nesse processo a administração municipal deve nos direcionar todas as suas prioridades”, disse o gestor.

“A Embasa nos últimos anos vem investindo muito fortemente no município de Camaçari. Só na sede nós fizemos um aporte superior a R$ 100 milhões para o esgotamento sanitário, e hoje o município se encontra com mais de 50% do sistema implantado e a gente quer, nesse diálogo, ampliar ainda mais esse investimento. Já temos outros R$ 30 milhões para os próximos dois anos destinados à execução de redes auxiliares e ligações de esgoto das residências ao sistema. A estrutura principal já está feita e a gente vai seguir fazendo esse trabalho, e a ideia é chegar à cobertura máxima no município ao longo do próximo contrato, caso seja firmado”, concluiu.

Para a Costa, a Embasa vai licitar em janeiro uma obra de mais R$ 35 milhões para o esgotamento sanitário de Arembepe. E por se tratarem de intervenções grandes, que geram muitos impactos, a empresa deve executar a implantação da rede de esgoto de região por região, até chegar à cobertura total do município. Em andamento na cidade, a Embasa executa a ampliação do sistema de abastecimento de água da sede, que atenderá as demandas atuais e futuras. Já em fase de conclusão estão as obras da região de Machadinho Norte, que se refere à ampliação do abastecimento de água, que vai regularizar toda a orla.