Em 24 horas chove em Camaçari 70% do esperado para um mês; Defesa Civil registra queda de árvores

Árvore caiu na Avenida Eixo Urbano Central, em frente ao Teatro Alberto Martins. Foto: Defesa Civil de Camaçari

Desde ontem chove em Camaçari e segundo a Defesa Civil, apesar da intensidade das chuvas, foram registradas apenas quatro ocorrências, todas nesta quarta-feira (22). Até às 10h20 desta quinta-feira (23) ainda não haviam novos registros.

Como revela Ivanaldo Soares, coordenador da Defesa Civil, ontem choveu 30mm, o que corresponde a “70% [do volume] de um mês”, que varia entre 30 e 40mm.

-Publicidade-
-Publicidade-

“Alagamento [de ruas] não [teve], foi feito um bom trabalho de drenagem pela prefeitura. A fluidez da água foi muito boa”, afirma. Entre os casos estão quedas de árvores em frente ao Teatro Alberto Martins, na Avenida Eixo Urbano Central, e no Centro Educacional Monteiro Lobato, no Camaçari de Dentro, e a ameaça de desabamento de marquise de um estabelecimento comercial em Arembepe.

Uma árvore também caiu sob o telhado do Centro Educacional Monteiro Lobato. Foto: Defesa Civil de Camaçari

No entanto, um maior volume de chuva é esperado para hoje. De acordo com o Clima Tempo, as chances de chuva para Camaçari nesta quinta-feira são de 90%. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) aponta que as temperaturas vão variar entre 26°C e 32°C, com céu nublado a encoberto e pancadas de chuva e trovoadas isoladas. A velocidade dos ventos pode chegar a 20km/h.

Segundo o Inmet, a previsão de chuva e céu encoberto segue até a segunda-feira (27).

Ciclone subtropical

A Marinha do Brasil emitiu alerta de ventos fortes a partir de hoje. Conforme o órgão, um ciclone com possíveis características subtropicais está em formação e terá reflexos no Sul da Bahia. Chamada de Tempestade Kurumi, o ciclone subtropical provavelmente se formará em alto-mar, entre o Norte do Rio de Janeiro e o sul do Espírito Santo.

A Defesa Civil de Camaçari segue em estado de alerta e orienta a população a acionar o órgão pelo 199 em situações de emergência.  A ligação é gratuita. A população pode ligar, ainda, para (71) 3622-7755 ou (71) 98796-9858. O atendimento funciona em regime de plantão, 24 horas por dia.