Miliciano acusado de envolvimento na morte de Marielle é morto em Esplanada

Foto: Reprodução

Adriano Magalhães da Nóbrega, investigado por envolvimento na morte da vereadora Marielle Franco, em março de 2018, foi morto em confronto policial neste domingo (9) na cidade de Esplanada, na Bahia.

O ex-policial estava foragido da Justiça do Rio de Janeiro e foi localizado por equipes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Litoral Norte, do Grupamento Aéreo (Graer) e da Superintendência de Inteligência (SI) da Secretaria da Segurança Pública.

-Publicidade-
-Publicidade-

De acordo com a SSP-BA, Adriano da Nóbrega passou a ser monitorado por equipes da SI e da secretaria, após informações de que ele teria buscado esconderijo na Bahia. O acusado estava em um imóvel na zona rural de Esplanada.

Segundo a pasta, os policiais foram recebidos a tiros pelo miliciano, que foi atingido e chegou a ser socorrido para um hospital da região, mas não resistiu aos ferimentos. “Procuramos sempre apoiar as polícias dos outros estados e, desta vez, priorizamos o caso por ser de relevância nacional. Buscamos efetuar a prisão, mas o procurado preferiu reagir atirando”, comentou o secretário da Segurança Pública da Bahia, Maurício Teles Barbosa.

Com Adriano, como aponta a SSP-BA, foram encontradas uma pistola austríaca calibre 9mm, um revólver e duas espingardas. Os materiais foram encontrados em diferentes cômodos da casa.

Foto: Divulgação SSP-BA