Festival de Arembepe: 59ª CIPM dialoga com a SSP-BA para trazer sistema de reconhecimento facial para festa

Foto: Camila São José

No período de 20 a 23 de março, 120 mil pessoas deverão passar pelo Festival de Arembepe e para garantir a segurança dos foliões, a 59ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) atuará com guarnições nos locais do evento. No entanto, a 59ª CIPM dialoga para ter um reforço no planejamento montado.

O tenente coronel Edmilton Ricardo afirmou, durante lançamento do Festival de Arembepe nesta quarta-feira (4), que a companhia tem mantido uma conversa direta com a Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP-BA) para trazer o sistema de reconhecimento facial para o evento.

Comfiaço,evento

“A gente depende muito mais da estrutura técnica, do que de boa vontade. A gente percebeu uma boa vontade, uma vontade de mandar para cá o equipamento e, às vezes, até de ampliar a possibilidade do equipamento aqui na região. Mas, a gente ainda carece de discutir a questão da estrutura. Porque, é trânsito de imagem e muita imagem. Então, precisa ter uma estrutura de cabeamento, de velocidade. Mas a gente está levando um técnico daqui de Camaçari, que já trabalha com isso, para Salvador, para gente bater um papo e ver o que é possível. Tenho certeza do seguinte: se for possível, nós vamos trazer”, explicou o coronel.

A tecnologia tem sido utilizada em grandes festas, a exemplo do carnaval. Este ano, 42 foragidos foram capturados com o auxílio do sistema de reconhecimento facial, durante a folia em Salvador. Foram presos suspeitos de envolvimento em homicídio, tráfico de drogas, roubo, furto, entre outros casos.

Reforço

No total, dois mil profissionais vão atuar na segurança, entre policiais civis, militares, seguranças particulares, bombeiros e agentes do Juizado da Infância e Juventude. Serão duas delegacias atuantes e quatro bases da Polícia Militar. Além de apoio da Polícia Rodoviária Estadual (PRE-BA).

De acordo com o tenente coronel Edmilton, 130 patrulhas circularão junto ao público. “Com 130 a gente consegue fazer o policiamento, deixar as pessoas que venham com a intenção de brincar, tranquilas para curtir a festa, que é o mais importante. Além disso, a gente tem o pessoal motorizado nos outros dois perímetros da festa”, falou.

Abordagens serão feitas no portal de entrada da Arena de Shows, palco principal do Festival de Arembepe. “O acesso à Arena vai ser monitorado”, afirmou.

Para quem vai aproveitar os dias de folia, o comandante da 59ª CIPM dá algumas dicas. “Venham curtir a festa. Há todo um esforço conjunto das duas instâncias de poder, estadual e municipal, para que a festa seja uma festa tranquila; para que as pessoas venham se divertir, venham brincar”, disse.

Com-limpeza