Após confirmação de coronavírus em secretário de Comunicação, vinda de Damares Alves a Camaçari é cancelada

Foto: José Curz/Agência Brasil

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, não virá mais para Camaçari. Ela receberia o Título de Cidadã do município e lançaria o Programa Viver no Centro de Convivência da Pessoa Idosa de Camaçari (Conviver) nesta sexta-feira (13).

A viagem à Bahia foi cancelada por recomendação do Governo Federal, após diagnóstico positivo para o coronavírus (Covid-19) do chefe da Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República, Fábio Wajngarten. Ele acompanhou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na viagem à Miami, nos Estados Unidos, na última semana. O país tem mais de mil casos confirmados da doença e já soma 28 mortes.

-Publicidade-
-Publicidade-

“De acordo com a assessoria da ministra, a mesma encontra-se impossibilitada de viajar à Bahia. O gabinete da ministra se colocou à disposição para, assim que possível, agendar uma nova data”, diz comunicado da Prefeitura de Camaçari.

Bolsonaro e integrantes da comitiva que o acompanhou também estão sendo monitorados.

“Por precaução, a ministra Damares suspendeu o compromisso até que a situação seja normalizada”, pontua a Câmara Municipal de Camaçari.