Coronavírus: Ford Camaçari antecipa férias coletivas e estende suspensão das atividades na fábrica

 

Foto: Reprodução

Trabalhadores da Ford em Camaçari entrarão de férias de 1º a 30 de abril. Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos (STIM), com a decisão os profissionais continuarão de folga até o dia 31 de março. A medida foi tomada para impedir a disseminação do novo coronavírus (Covid-19).

“Conseguimos com muito esforço garantir as nossas férias coletivas a partir de abril. Então, teríamos três semanas de folga, não vai ser mais três semanas, vão ser somente sete dias porque vai se encerrar no dia 31 de março”, explicou o presidente do STIM, Júlio Bonfim. Porém, o período de suspensão poderá ser estendido a depender da situação da pandemia e orientação das entidades de saúde.

Conforme o Sindicato dos Metalúrgicos de Camaçari e Região, também entrarão de férias coletivas trabalhadores das empresas de autopeças. O diálogo continua com outras companhias para a paralisação das atividades.

De acordo com Bonfim, por conta da paralisação na produção e venda de automóveis, da economia global, o pagamento das férias será parcelado: dia 15 de abril, pagamento de 50% das férias e dia 30 os outros 50%. “A ideia principal é nós termos dinheiro para suprir as nossas principais necessidades do mês de abril”.

Já o prêmio de férias, que é de 60% sobre o salário, será pago em novembro e dezembro – junto com o abono de férias. Conforme o presidente do sindicato, não haverá antecipação do 13º salário.

Desde o dia 23 de março a fábrica da Ford Camaçari paralisou a produção. O setor administrativo está em esquema de home office desde o dia 16 de março.