Bahia tem compra de respiradores cancelada pela China

Uma carga com 600 respiradores artificiais comprada por estados do Nordeste foi cancelada pelo fornecedor chinês e ficou retida em um aeroporto de Miami, nos Estados Unidos, quando fazia conexão antes de chegar ao Brasil.

Segundo informações da Folha de S. Paulo, a compra dos equipamentos custou R$ 42 milhões e foi assinada pelo governo da Bahia, enquanto representante nordestino.

Publicidade
Publicidade

O cancelamento ocorreu no início desta semana. Conforme o secretário da Casa Civil da Bahia, Bruno Dauster, a empresa contratada alegou razões técnicas para o cancelamento e informou que a carga teria outro destino, sem especificar qual.

Ainda conforme declaração de Dauster à reportagem, outro fornecedor está sendo procurado.

O governador da Bahia, Rui Costa, já havia chamado a atenção, durante reunião com o Consórcio Nordeste, para o cancelamento de compras realizadas de equipamentos e insumos.

“O grande dilema hoje é a falta de respiradores. As compras estão sendo canceladas ou adiadas. Vários estados do Nordeste, a exemplo da Bahia, tiveram suas compras ou canceladas ou retidas, pois há países que baixaram decreto retendo esses equipamentos”, afirmou.

Fonte – A Tarde

Com-limpeza