Preço do ovo dispara e promoção de ’30 por R$ 10′ some

Que atire a primeira pedra quem nunca se sentiu tentado ao ouvir o famoso grito de guerra do carro do ovo: ’30 ovos por R$ 10′. Quem não aproveitou a oportunidade de ouro vai ter que esperar um pouco. É que o preço do produto disparou após a chegada da pandemia do novo coronavírus em Salvador.

Segundo o dono da empresa Ovos do Vale, Jackson Rodrigues, o custo da produção do alimento cresceu 38% em março deste ano em comparação com o mesmo período de 2019. O motivo foi a elevação do dólar. Este fator fez com que uma placa de ovo, com 30 unidades, passasse a ser vendida para os supermercados por R$ 14, dois reais a mais do que no ano passado.

Comfiaço,evento

Além do preço do dólar, um conjunto de fatores influencia o encarecimento dos ovos. Nesta época do ano que antecede a Semana Santa, a demanda pelo alimento cresce naturalmente, puxando o valor do produto. “Há um alto consumo por causa da quaresma. As pessoas comem mais ovos para não comer carne”, disse.

Como se não bastasse a demanda naturalmente mais alta, o coronavírus fez com que as pessoas começassem a estocar ovos em casa, contribuindo ainda mais para a procura deste alimento. “Na semana de 17 de março houve um pico nas compras. Em alguns lugares há a escassez dos ovos porque a produção não foi capaz de acompanhar as vendas”, indicou.

“Teve um aumento nosso de custo de logística porque não consigo atender à demanda dos clientes de vez por não ter a quantidade necessária do produto. Agora, um caminhão que levava com 300 caixas de ovos entrega, no máximo, 100 em uma viagem”, disse.

Mas essa alegria desapareceu quando ela contou quanto pagou pelo produto. “A gente comprava a placa no mercado lá da rua de R$ 10 até R$ 12, porque em mercado de bairro é mais barato, mas na semana passada, meu filho pagou R$ 17. Pensei até que fossem os ovos da galinha de ouro. Até o carro do ovo, que passava todo dia, sumiu”, disse.

O CORREIO encontrou a dúzia sendo vendida pelo preço médio de R$ 8 nos mercados. A expectativa do setor é que o valor do ovo caia após a Semana Santa, mas os produtores ressaltam que o preço não deve voltar ao patamar antigo, em que era possível comprar 30 ovos por R$ 10.

Fonte: Correio

Com-limpeza