Unidades de Saúde de Camaçari terão funcionamento alterados durante pandemia

Uma das medidas de enfrentamento ao pico de casos da pandemia do novo coronavírus, previsto para o mês de abril em todo o país, a Secretaria da Saúde (Sesau) de Camaçari, divulgou alteração no funcionamento das suas unidades de saúde, a partir dessa segunda-feira (06/04).

A expectativa da Sesau é diminuir a possibilidade de contato entre quem está com sintomas gripais e os demais pacientes, além de minimizar a possibilidade de contaminação e propagação do novo coronavírus.

Comfiaço,evento

Outro item apontado para a necessidade da alteração, foi o uso racional dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). “Devido a grande procura por todo o país, há uma escassez de itens como máscaras cirúrgicas, óculos de proteção, dentre outros. E ainda temos o alto índice de absenteísmo dos servidores da saúde que pertencem aos grupos de risco, a exemplo de idosos, portadores de doenças renais e respiratórias, hipertensos, diabéticos e gestantes. Com isso, a alteração se faz necessária”, explica Luiz Duplat, secretário da Saúde.

Duplat diz que está seguindo o protocolo mundial de separar pacientes sintomáticos de assintomáticos. “Com essa divisão das unidades de saúde evitaremos que gestantes em pré-natal estejam na mesma unidade que pessoas com sintomas suspeitos da Covid-19. Evitaremos também que crianças e idosos dividam o mesmo ambiente com pessoas com sintomas suspeitos. É mais uma forma de prevenção e de conseguirmos ofertar todos os serviços neste momento, em que tivemos baixas no quantitativo de servidores nas unidades de saúde”, conclui.

A alteração do funcionamento consiste em 2 modelos de unidades:

1 – Unidade de Enfretamento à Covid-19 (Sintomáticos Respiratórios)

Serviços Oferecidos: triagem, acolhimento, farmácia para dispensação de medicamento para sintomáticos e atendimento aos sintomáticos respiratórios.

2 – Unidades de Atendimento de Rotina

Serviços: triagem, acolhimento, curativo, farmácia, teste do pezinho, triagem neonatal, administração de medicamentos injetáveis, atendimento de pequenas urgências médicas e odontológicas, vacinas, pré-natal, atendimento a pacientes com tuberculose e hanseníase, testes rápidos de Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), atendimento antirrábico e profilaxia contra o tétano.

Além dessas unidades, o combate à Covid-19 também ocorrerá através do Centro de Enfrentamento em Monte Gordo, para pacientes sintomáticos, mas sem internação, será apenas uma unidade de triagem e encaminhamentos; da Unidade Intermediária de Enfrentamento, na sede, para pacientes com sintomas moderados que necessitem de internação (unidade que será montada no antigo Hospital da Mulher); da Unidade Pediátrica de Enfrentamento ao Coronavírus na Policlínica Pediátrica; e do Centro Intensivo de Combate ao Coronavírus, também na sede.

Além dessas unidades de enfrentamento, também existirão outras unidades em Abrantes e na sede, conforme descrito abaixo:

Com-limpeza