Apenas quatro cidades da RMS não têm casos de Coronavírus

Das 13 cidades da Região Metropolitana de Salvador (RMS), apenas Mata de São João, Itaparica, São Sebastião do Passé e Madre de Deus não possuem pessoas infectadas pelo novo Coronavírus, segundo dados da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (SESAB). A RMS tem uma população de, aproximadamente, quatro milhões de habitantes e é a que concentra a maior população e as mais importantes atividades econômicas do Estado.

O prefeito de Mata de São João, Marcelo Oliveira, afirmou que o município, desde o início da ameaça de pandemia no Brasil, adotou uma série de medidas de isolamento social, de orientações da população sobre os cuidados com o vírus e de preparação de toda a rede se Saúde. “O fato de Mata ser um município turístico, de muita circulação de pessoas, nos exige cuidados redobrados para proteger a população. E não temos dúvida de que estamos obtendo êxito porque todos os matenses têm entendido e colaborado com as diversas ações de prevenção ao Coronavírus, adotadas pela gestão municipal”, disse o gestor.

Ainda de acordo com o prefeito, o reforço na Saúde foi uma das ações mais importantes adotadas pela Prefeitura de Mata no sentido de preparar toda a rede. “Todos os técnicos e gestores da pasta têm se empenhado ao máximo para orientar a população sobre as medidas de isolamento social, de higiene e de como agir em caso de suspeita da doença”. Mata de São João tem 46,6 mil habitantes.

Entre outras medidas, foram fechados, temporariamente, todos os comércios com menos de 200 metros quadrados (que não trabalham com produtos e serviços essenciais) e todos os restaurantes e bares. Foram suspensas também as atividades de hotéis com mais de 50 funcionários. Além disso, desde o primeiro decreto municipal, do dia 17 de março, que suspendeu todos os eventos para mais de 50 pessoas e as aulas das redes pública e privada, foram mais de dez textos até agora, segundo o prefeito. A cidade ainda não tem caso notificado de pacientes com COVID-19 até a tarde de quinta-feira (16). No boletim oficial do dia constam 89 casos suspeitos, 47 descartados e 42 em monitoramento.

O município tem investido, também, em equipamentos e profissionais e aumentado a capacidade de atendimento hospitalar da cidade, para se preparar para uma possível epidemia da COVID-19. Para isso, segundo o prefeito, a prefeitura fez uma compra de mais 15 unidades de suporte respiratório intensivo (ventiladores para respiração mecânica) e mais dois portáteis para transporte de pacientes em estado grave e já adquiriu todos os equipamentos multiparaméticos necessários. “Atualmente, o município conta com sete ventiladores para respiração mecânica. Compramos, também, 30 camas hospitalares para, se houver necessidade, montar um hospital de campanha em umas das nossas escolas. Todas as ações de controle têm colaborado para ainda não termos casos aqui. Porém, estamos nos preparando para o pior. Tomando todas as medidas necessárias para que em uma eventual epidemia nossa rede de Saúde não entre em colapso”, destacou Marcelo Oliveira.

Fonte: A Tarde

Clity