Toque de recolher Camaçari inicia com interdição de ponto comercial

Conforme anunciado pela Prefeitura de Camaçari, o toque de recolher foi iniciado no município, na noite deste sábado (30/5), mais precisamente às 20h, como determina Decreto nº 7.357/2020.

A medida foi adotada com o intuito de desacelerar a curva de crescimento dos casos confirmados da Covid-19 em Camaçari, após o aumento exponencial registrado nos últimos dias. Para garantir o cumprimento da nova determinação, uma operação integrada de fiscalização foi posta em prática na primeira noite de atividade.

-Publicidade-
-Publicidade-

O grupo responsável por realizar a operação, composto por servidores de órgãos da gestão municipal, como a Secretaria do Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (Sedur) e a Superintendência de Trânsito e Transporte Público (STT), e guarnições da Polícia Militar da Bahia (PM/BA), se reuniu, por volta das 19h30, em frente ao Espaço Camaçari 2000, de onde o trabalho de fiscalização começou.

O prefeito Elinaldo Araújo, acompanhado da primeira-dama Ivana Paula, compareceu ao ponto de encontro para agradecer aos envolvidos. “Estando aumentando o rigor, porque se não frearmos esse crescimento no número de casos, não haverá investimento em leitos e equipamentos hospitalares que possa dar conta”, alertou o gestor municipal, explicando que esse é um esforço preventivo para evitar a sobrecarga do sistema de saúde.

Fotos: Thiago Canuto
Aproximadamente 60 pessoas atuaram na operação de fiscalização, formando um comboio com 18 veículos, a maioria viaturas da STT e da PM, que passaram por diversos bairros, como Ponto Certo, Gleba E e Gleba B, fazendo com que o toque de recolher fosse cumprido, por meio da transmissão de orientações a transeuntes e comerciantes e, quando necessário, com ações mais enérgicas, a exemplo da interdição de estabelecimentos comerciais.