Flexibilização do comércio só terá início se Camaçari tiver 50% dos leitos disponíveis, diz prefeito Elinaldo

Com o comércio não essencial fechado há quase 100 dias e muitas manifestações por parte dos comerciantes locais, que dizem já não suportar a situação, a Prefeitura de Camaçari apresentou nesta terça-feira (23), um plano de retomada da economia (clique aqui e confira), com previsão para iniciar a partir de 1º de julho.

Apesar do plano já ter sido apresentado às entidades representativas do comércio, o prefeito Elinaldo faz a seguinte ressalva: “a retoma só será iniciada se tivermos com 50% dos leitos de UTI públicas disponíveis”.

Segundo o próprio prefeito, no último final de semana, a cidade estava com 100% do leitos ocupados e 03 pessoas precisaram ser encaminhadas para Salvador.

O Centro Intensivo de Combate à Covid-19 de Camaçari está equipado com 21 leitos, sendo que 10 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), seis de semi-UTI e cinco de recuperação. A Prefeitura também alugou outros 10 leitos de UTI na rede privada.

Leia também:

67,2 % dos casos de Covid-19 estão recuperados; cidade soma 557 pessoas curadas

Clity