Elinaldo acompanha vistoria técnica de leitos contratados no Hospital Santa Helena

Os 10 leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) contratados no Hospital Santa Helena em Camaçari estão em processo final de implantação. As unidades, que estarão disponíveis exclusivamente para casos do novo coronavírus (Covid-19), passaram por vistoria nesta terça-feira (7).

A ação observou se o padrão exigido em contrato pela prefeitura está sendo cumprido.

-Publicidade-
-Publicidade-

“Em breve, Camaçari contará com mais esses 10 leitos disponíveis. Dessa forma, vamos oferecer, pelo Sistema Único de Saúde (SUS), um total de 26 unidades de UTI na cidade. A prefeitura tem intensificado as ações de enfrentamento ao coronavírus, a fim de garantir atendimento a todos que precisarem ocupar leitos de UTI. Todo nosso esforço é para melhor cuidar da nossa população”, destacou o prefeito Elinaldo Araújo (DEM) ao informar aos representantes do hospital que tem interesse de formalizar um novo contrato com a disponibilidade de mais leitos.

Elinaldo acompanhou a vistoria junto com o secretário da Saúde, Luiz Duplat, e a diretora da Média e Alta Complexidade e Atenção Hospitalar da Secretaria da Saúde (Sesau), Elaine de Oliveira.

“Nesse momento em que acontece uma alta taxa de ocupação das UTIs, que disponibilizamos para o tratamento da Covid-19, a chegada desses novos leitos vai desafogar o nosso sistema de saúde”, ressaltou Duplat.

De acordo com a diretora da Média e Alta Complexidade e Atenção Hospitalar da Sesau, Elaine de Oliveira, é importante dizer que a unidade não funcionará como porta de entrada para admissão de pacientes, ou seja, as pessoas só poderão ser encaminhadas por meio da Central Municipal de Regulação de Leitos Covid-19, da mesma forma que acontece no Centro Intensivo de Combate ao Coronavírus (CICC), localizado na antiga Clirca, situado na Avenida Deputado Luís Eduardo Magalhães, no Centro.

As 10 novas UTIs são frutos de um contrato com o hospital, em que parte do custeio acontecerá através da compensação tributária. Por meio do convênio, o hospital se compromete a oferecer assistência médica 24 horas, inclusive sábados, domingos e feriados; equipe multidisciplinar; serviços de higienização; bem como recursos humanos e tecnológicos, entre outros aportes.

Foto: Ascom PMC
-Publicidade-
-Publicidade-