Com eleições municipais prevista pra novembro, Camaçari tem seis pré-candidatos ao Executivo

As eleições 2020 acontecerão em novembro, quando a população deverá ir às urnas para eleger prefeito, vice-prefeito e vereadores para os próximos quatro anos. Em Camaçari, seis nomes se colocaram como pré-candidatos ao Poder Executivo, contando com o atual prefeito Elinaldo Araújo (DEM), que tentará a reeleição.

Ivoneide Caetano (PT) é a única mulher entre os pré-candidatos e conta com o apoio do seu marido, o ex-deputado federal Luiz Caetano, e de quatro partidos: PCdoB, PSD, Podemos e PSB. Administradora, empresária e advogada, essa é a primeira vez que a petista concorre a uma eleição.

-Publicidade-
-Publicidade-

O educador social, Sócrates Magno, vem com a pré-candidatura pelo PSOL. Sócrates é docente de ética e história da arte e formador de educadores, com atuação na área pública, educação não formal e nos Direitos Humanos.

Também pela oposição, Pedrinho de Pedrão é o pré-candidato a prefeito escolhido pelo Avante, partido liderado pelo deputado federal Pastor Sargento Isidório e que compõe a base do governador Rui Costa (PT).

Fabio Lima (PP) coloca seu nome na disputa com o aval do vice-governador João Leão. Empresário, formado em administração pública, Lima já disputou outras eleições: em 2008, como vice-prefeito na chapa de Marco Antônio e em 2016 como candidato a vereador.

O vereador Oziel Araújo rompeu com a base governista, migrou de partido, saindo do PSDB, e confirmou a pré-candidatura pelo PDT. Em seu segundo mandato na Câmara Municipal, ele vem como principal representante da ala evangélica, com forte apoio da Igreja Assembléia de Deus, da qual é membro.

-Publicidade-
-Publicidade-