Elinaldo diz que deve iniciar protocolo de retomada da economia em Camaçari nos próximos dias

O comércio de Camaçari e de toda Região Metropolitana (RMS) deve começar a abertura gradativa nos próximos dias, de maneira unificada. A situação foi discutida nesta quinta-feira (16) no 3º Encontro de Prefeitos da RMS, no Centro Administrativo de Lauro de Freitas.

Um protocolo para retomada da economia deve ser seguido pelos 12 municípios para evitar o avanço da Covid-19 na região.

A primeira fase de reabertura do comércio será implantada quando a taxa de ocupação geral de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) das cidades da RMS estiver em 75%. Atualmente, esse índice está em 77%.

“A ocupação dos leitos aqui da Região Metropolitana passa de 86% para 77%. O que combinamos com os comerciantes era que quando tivesse 25% dos leitos vagos, que nós iríamos implantar a primeira fase do nosso protocolo. Vamos ter no final de semana agora uma reunião com o governador Rui Costa, aonde vai ser decidido. Com fé em Deus nos próximos dias vamos atingir essa meta e em Camaçari vamos implantar o nosso protocolo”, explicou o prefeito Elinaldo Araújo (DEM).

Para o democrata todas as medidas de segurança são necessárias para evitar que ocorra em Camaçari o que aconteceu em outros municípios, como Feira de Santana, que reabriram e tiveram que recuar por conta da elevação do número de casos.

“Esse diálogo é importante, até para trocar experiências com o que vem dando certo. Não adianta avançarmos na questão econômica em detrimento da vida”, afirmou Elinaldo.

Uma nova reunião acontecerá na próxima quinta-feira (23), em São Francisco do Conde, quando serão definidas novas medidas pelo comitê de prefeitos.

Sicomércio

Em Camaçari, o comércio não essencial está fechado há quatro meses e para o Sindicato Patronal de Camaçari e Região (Sicomércio) a situação já está se tornando insustentável e é preciso colocar em prática, o quanto antes e com responsabilidade, o protocolo de retomada da economia.

“A gente precisa de uma resposta, a gente precisa funcionar. Nós empresário estamos sufocados, não aguentamos mais”, declarou a presidente do Sicomércio, Juranildes Araújo. “Nós sabemos que primeiro temos que preservar pela vida, mas, também, o comércio é vida, o comércio ajuda a alimentar as famílias, a manter as famílias, na educação, na saúde, na moradia”, completou.

Para ela é necessário perceber aonde está o erro para que o número de casos continue aumentando, mesmo com os mais de 120 dias de quarentena. “O comércio se manteve fechado e a pandemia aumentou. Onde está o erro?”, questionou.

“Estamos pedindo socorro, não só ao prefeito Elinaldo, mas ao governador Rui Costa e ao prefeito de Salvador, ACM Neto”.

Na cidade, os comerciantes já se preparam para a retomada e definem medidas de segurança para o funcionamento seguro para clientes e trabalhadores. O Boulevard Shopping Camaçari, por exemplo, prevê a medição de temperatura, disponibilização de álcool gel, uso obrigatório de máscara e limitação do acesso de clientes para evitar aglomeração.

Capital

Em Salvador, o prefeito ACM Neto (DEM) diz ter certeza de que o comércio reabrirá já na próxima semana. “Estou absolutamente convencido de que vamos ativar a primeira fase na semana que vem”.

“Desceu pra 78, ontem, chegou a 77%. E aí ficam faltando os dois pontos percentuais de queda. E é claro, manter esse mesmo nível em cinco dias, para a reabertura da atividade econômica”, afirmou. “Isso vai acontecer semana que vem”, estima.