Leitora denuncia poluição sonora em Camaçari

Além da preocupação com o atual cenário da pandemia de Covid-19, moradores de Camaçari reclamam da poluição sonora em diversos bairros da cidade. Mesmo com o toque de recolher vigente e a determinação para evitar aglomerações, festas têm acontecido no município, principalmente à noite e de madrugada.

Em denúncia enviada à Revista Nossa Metrópole, uma moradora do bairro da Piaçaveira relata que tem sido recorrente a realização de festas por lá. “Na minha rua é festa todo dia, na rua de trás é festa todo dia. E aqueles números que eles [prefeitura] colocam não adiantam de nada, a gente liga e ninguém vem e, principalmente, depois da meia-noite, porque as festas lá na minha rua estão durando até 1 hora, 3 horas da manhã. Eu, minha vizinha e outros estamos sofrendo muito com isso”, denuncia leitora que não quis se identificar.

Há relatos de festas também em outros bairros, como a Gleba E. Recentemente, agentes do 12º Batalhão da Polícia Militar (BPM) acabaram com uma festa em uma residência no Loteamento Recanto das Árvores, no Phoc II, que tinha 32 pessoas presentes. Entre os envolvidos estavam menores de idade, jovens, homens e mulheres, que faziam uso de bebida alcoólica, sem utilização de máscara e com som alto.

Em resposta, a assessoria de comunicação da Prefeitura de Camaçari afirma que no momento não está sendo realizada nenhuma ação específica de combate à poluição sonora, mas de cumprimento às medidas restritivas com relação à pandemia de Covid-19. Equipes da Secretaria do Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (Sedur), da Superintendência de Trânsito e Transporte Público (STT) e da PM têm atuado em conjunto nesse processo.

Neste caso, para denunciar o descumprimento das medidas, o cidadão deve entrar em contato pelo canal “Alô Sedur”, no número 0800 284 6734. O atendimento acontece durante todos os dias, das 8h às 23h.