Médico Elsimar Coutinho passa por hemodiálise e quadro clínico é considerado grave

Diagnosticado com Covid-19, o médico Elsimar Coutinho, 90 anos, foi submetido a hemodiálise e de acordo com boletim informativo divulgado pelo Hospital Aliança nesta quinta-feira (23), o quadro clínico é considerado grave.

O médico está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital, em Salvador, desde a última segunda-feira (20) e após desenvolver Síndrome Respiratória Aguda, teve que passar pelo procedimento.

“O paciente continua sob ventilação artificial, com estratégia protetora pulmonar, sedado e foi iniciada a terapia de substituição renal, com hemodiálise. Apresenta disfunção circulatória, pulmonar e renal. O quadro clínico é considerado grave e ressaltamos que todos os recursos disponíveis estão sendo oferecidos”, informou o boletim médico.

Elsimar Coutinho estava passando a quarentena em sua casa de praia no Residencial Interlagos, de onde estava atendendo os pacientes por telefone, como afirma equipe executiva do médico. Ele foi levado para o hospital após apresentar dificuldade para respirar.

Pesquisador baiano, Coutinho é referência na área de reprodução humana. Formado em farmácia e medicina pela Ufba, foi o primeiro médico a pesquisar os benefícios da supressão da menstruação. Elsimar Coutinho possui ainda, pós-graduação em endocrinologia na Universidade de Sorbonne, em Paris, França, e no Instituto Rockfeller, em Nova York, EUA.