Praças de alimentação de shoppings podem ser reabertas, anuncia ACM Neto

As praças de alimentação poderão funcionar em shoppings centers com 50% da capacidade, na próxima fase da reabertura do comércio na capital baiana. O anúncio foi feito pelo prefeito ACM Neto nesta sexta-feira, 7, durante a inauguração da requalificação da nova orla de Amaralina. Segundo o gestor municipal, os estabelecimentos devem respeitar todos os protocolos específicos para bares e restaurantes.

“Nós vamos esperar o início da fase 2 e ver como as coisas ficam, o comportamento dos números, taxa de ocupação das UTIs, para decidirmos o que ainda avança ou não”, disse o prefeito.

-Publicidade-
-Publicidade-

Na quinta-feira, 6, a capital baiana alcançou a taxa de 60% na ocupação dos leitos de UTI. ACM Neto convocou uma coletiva de imprensa para a manhã deste sábado, 8, para confirmar se a reabertura vai acontecer na segunda-feira, 10. Os protocolos foram divulgados na quinta, mas ainda existem pontos a serem formalizados sobre o início da próxima fase de reabertura do comércio.

O gestor ainda comentou sobre a oscilação das taxas de ocupação das UTIs. De acordo com ele, essa oscilação poderá acontecer e, por isso, são necessárias cautela e prudência para não deixar que o excesso de otimismo tome conta da população. Ele afirmou ainda que, se e a cidade tiver problemas na fase 2, a gestão voltará atrás.

“Temos mais de 20 mil estabelecimentos, entre bares e restaurantes. Imagine quão difícil é fiscalizar, controlar e acompanhar. É uma tarefa complicada, mas vamos fazer. Cada um tem que ser fiscal desse funcionamento. O que é preocupa é a aglomeração, a falta de respeito ao distanciamento, regras de higienização e protocolos. Estaremos com uma lupa em cima desses estabelecimentos”, finalizou.

Não irão funcionar os estabelecimentos de bairros com medidas de restrição.

Nova orla de Amaralina

A requalificação completa da nova orla de Amaralina, em Salvador, foi inaugurada nesta sexta. Na ocasião, o prefeito lembrou da tradição das pessoas pararem no Largo das Baianas para comprar um acarajé e tomar uma água de coco. Ele lembrou também que o trecho é um dos mais utilizados por esportistas, ciclistas e pedestres.

“O maior presenteado com essa obra é o morador do Nordeste de Amaralina, que tem aqui na orla de Amaralina, muitas vezes, a sua principal alternativa de lazer. Graças a Deus, ninguém tem que pagar para ir na orla, por isso é uma alternativa de lazer democrática”, declarou ACM Neto, durante uma coletiva de imprensa.

Segundo o gestor, em oito anos de gestão, a cidade ainda tem um trecho contínuo da Barra até a Boca do Rio requalificados. Ele revelou que a prefeitura já deu ordem de serviço para Stella Maris, Praia de Ipitanga e Praia do Flamengo. Até outubro, será entregue a requalificação da orla da Pituba.

“Eu fico muito feliz. Esse trecho que estamos entregando mobilizou investimentos da ordem de quase R$ 18 milhões. O próximo trecho da Pituba terá R$ 21 milhões, com iluminação em LED, paisagismo, ciclovia, recuperação completa do piso, valorização do espaço do pedestre”, contou. A obra foi feita com financiamento.

Durante a inauguração, ACM Neto comentou que o momento não permite festejo pela inauguração, por conta da pandemia do novo coronavírus, que vem alcançando diversas vítimas na capital baiana.

“Eu tenho certeza que logo que tudo isso passar e a gente puder enxergar um futuro diferente, que está logo ali, Salvador vai estar preparada. Se não estivéssemos vivendo com a pandemia hoje, estaríamos fazendo uma grande festa de inauguração. Seria um prazer convidar toda a comunidade do Nordeste de Amaralina. Os capoeiristas, as baianas de acarajé, manifestando nossa alegria. Infelizmente, o momento não nos permite e estamos fazendo essa entrega simbólica, resignada, que respeita o momento difícil que vivemos e as vidas que se perdem todo dia na nossa capital”, declarou o prefeito.

Fonte: A Tarde