Braskem doa 27 toneladas a instituições e cooperativas de reciclagem de Camaçari e outras quatro cidades

Para amenizar impactos provocados pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a Braskem realizou a doação de mais de 27 toneladas de alimentos para instituições sociais e catadores vinculados a cooperativas de reciclagem em cinco cidades baianas.

A iniciativa beneficiou mais de 6 mil pessoas em Camaçari, Salvador, Lauro de Freitas, Dias d’Ávila e no distrito de Porto de Sauípe, em Entre Rios.

Segundo a empresa, a distribuição começou em abril com a entrega de cestas básicas para 179 trabalhadores participantes das cooperativas Coopmarc (Camaçari), Camapet, Cooperguary e Cooperbrava (Salvador), Caelf (Lauro de Freitas) e Verdecoop (Distrito de Porto de Sauípe, em Entre Rios), que participam do Programa Ser+, apoiado pela indústria para fomentar a cadeia da reciclagem na Bahia.

De acordo com Edmundo Góes, presidente da Cooperguary, os catadores enfrentam dificuldade para sustentar suas famílias, já que o rendimento médio deles caiu significativamente, diante das restrições impostas pela pandemia do novo Coronavírus. “Praticamente paramos a produção porque existe risco de contaminação com o material reciclável. Ao mesmo tempo, eles estão gastando mais com alimentação e produtos de higiene, já que está todo mundo em casa. Muitos têm quatro, cinco filhos. Então, a cesta ajudou muito”, acrescenta. Os alimentos foram entregues durante três meses para esse grupo, totalizando a doação cerca de 12 toneladas de alimentos.

Ainda, de acordo com a Braske, também foram distribuídas 1.298 cestas básicas para 19 instituições que atendem pessoas em situação de vulnerabilidade social em comunidades do entorno das unidades industriais da Braskem na Bahia. Os produtos foram entregues seguindo as recomendações da Organização Mundial da Saúde e do Ministério da Saúde de uso de máscara, luvas, respeitando o distanciamento necessário e evitando aglomeração.